Buscar
  • daianeohare

10 melhores casais LGBTQIA+ em anime

Durante anos, a representação LGBTQIA+ na mídia tem sido escassa e distante, e o anime não é exceção. Felizmente, percorreu um longo caminho desde os dias dos romances tóxicos de yaoi e yuri, e os fãs queer podem encontrar mais representação do que nunca. É claro que muitas séries da velha guarda fizeram avanços inovadores quando se trata de representação LGBTQ+ abrindo caminho para futuras séries.


Graças a esses esforços, os fãs hoje em dia podem desfrutar de uma infinidade de casais únicos e adoráveis ​​que representam a comunidade.


Shion e Nezumi encontram o amor em um mundo devastado pela guerra (nº 6)

Uma das melhores coisas sobre o romance no nº 6 é que não é o foco principal da história. Ele se desenvolve gradualmente e, por causa disso, parece muito mais natural e autêntico do que a maioria dos casais por aí. Ao longo da série, Shion e Nezumi lutam para sobreviver em um mundo pós-apocalíptico.


Eles forjam um forte vínculo de confiança depois que Shion leva Nezumi, e esse vínculo lentamente floresce em algo mais entre eles. O relacionamento deles não é exagerado ou dramático e, em vez disso, é sutilmente construído ao longo do tempo de maneira muito linda.


Tohru e Kobayashi redefinem o conceito de fofura (Miss Kobayashi's Dragon Maid)

A relação entre Tohru e Kobayashi é muito mais cômica do que romântica, mas não há como negar que há algo entre eles. Embora durante a maior parte de Miss Kobayashi's Dragon Maid, os sentimentos de Tohru sejam mais ou menos unilaterais, é bastante claro que Kobayashi se aquece com ela quanto mais ela a conhece.


O tempo de Shinji e Kaworu juntos é curto, mas inesquecível (Neon Genesis Evangelion)

Kaworu nem aparece em Neon Genesis Evangelion até o final, mas seu impacto na série e em seu protagonista é inegável. É difícil dizer exatamente quais são seus verdadeiros motivos com Shinji, especialmente depois que é revelado que ele é um anjo e um componente vital do Terceiro Impacto. No entanto, seu breve relacionamento com Shinji é de grande importância para o protagonista sofredor.


Ele mostra a ele mais compaixão e compreensão do que qualquer outra pessoa, realmente ouvindo suas preocupações e mostrando empatia por sua dor. Em apenas uma noite, os dois compartilham um momento incrível de ligação, criando um relacionamento de curta duração, mas extremamente complexo e interessante que os fãs ainda adoram hoje.


Yuu e Touko têm um relacionamento doce e inocente (Bloom Into You)

Casais Yuri são muitas vezes notórios por sua dinâmica tóxica e estereótipos baseados na fetichização de relacionamentos lésbicos, tornando quase impossível encontrar um casal saudável em anime. Felizmente, Bloom Into You dá aos fãs o relacionamento que eles anseiam.


Segue Yuu Koito e Touko Nanami, duas jovens que se perguntam por que nunca experimentaram os efeitos do amor. Isto é, até que lentamente comecem a perceber seus sentimentos uma pela outra. É uma história comovente e adorável da inocência do primeiro amor e tudo o que vem com ele.


O relacionamento final de Korra e Asami é importante para a representação LGBTQ + (The Legend Of Korra)

Quando se trata de The Legend of Korra, as opiniões sempre foram contraditórias. Alguns amam, enquanto outros odeiam. De qualquer forma, não há como negar a importância da série e seu impacto na representação LGBTQIA+ na animação. A série chocou os fãs em todos os lugares quando Korra partiu para o mundo espiritual, de mãos dadas com Asami.


Havia teorias circulando na época de que as garotas eram muito mais do que amigas, mas ninguém esperava realmente ver isso na tela. Embora possa não ser perfeito, o romance de Korra e Asami foi uma das primeiras vezes que um casal do mesmo sexo assumiu o centro das atenções na animação ocidental. Isso permitiu que muitos mais casais queer viessem depois.


O romance de Zoisite e Kunzite é uma adição bem-vinda à franquia (Sailor Moon dos anos 90)

O relacionamento romântico entre Zoisite e Kunzite não é uma parte original do mangá Sailor Moon e foi adicionado pela adaptação do anime dos anos 90. Embora possa não ser uma parte oficial da história original, é um ship altamente popular que rivaliza até mesmo com o amado relacionamento entre Haruka e Michiru.


Às vezes, é um dos romances mais atraentes da série, e criou muita simpatia pelos dois personagens durante o arco do Dark Kingdom. A franquia Sailor Moon é conhecida pela incrível representação LGBTQIA+ que é tratada de maneira respeitosa e instigante, e a adição desse casal icônico na série dos anos 90 não é diferente.


Utena e Anthy são um casal old school (Revolutionary Girl Utena)

Revolutionary Girl Utena é mais um anime retrô com representação inovadora. Com a introdução da protagonista da série, Utena Tenjou, o anime desafia os papéis de gênero e a conformidade desde o início. No entanto, ainda mais convincente é a relação entre Utena e Anthy Himemiya.


Embora não seja inteiramente canônico, há muitos tons românticos em suas interações. Assim, Revolutionary Girl Utena ganhou um culto de seguidores. Assim como tudo na série, seu relacionamento misterioso é cheio de complexidade e simbolismo que os fãs ainda analisam até hoje.


Toya e Yukito ainda são um dos melhores exemplos de romance queer no anime (Cardcaptor Sakura)

O foco principal de Cardcaptor Sakura pode estar no relacionamento entre Sakura Kinomoto e Syaoran Li, mas todos sabem quem são as verdadeiras estrelas do show quando se trata de romance. A relação de Touya Kinomoto e Yukito Tsukishiro é sutil, mas é uma das mais fortes da série.


Ao longo do anime, há muitos momentos sugerindo seus sentimentos mútuos, desde sua inegável proximidade até sua vontade de proteger um ao outro, não importa o quê. Eles têm um vínculo incrivelmente forte, construído inteiramente a partir de seu apoio mútuo. O relacionamento deles é um dos primeiros romances LGBTQIA+ em anime e ainda é um dos retratos mais genuínos e autênticos até hoje.


Haruka e Michiru são um casal favorito dos fãs (Sailor Moon)

O romance entre Haruka Tenou e Michiru Kaiou de Sailor Moon é um dos relacionamentos queer mais icônicos de todos os tempos. Desde sua estreia, Haruka e Michiru não mostraram nada além de confiança absoluta um no outro, e sua lealdade é tão feroz que eles estão dispostos a abandonar os outros Senshi para proteger seu amor.


Como um casal queer da velha guarda, o amor de Haruka e Michiru provocou muita controvérsia na época, com dubs censurando seu relacionamento inteiramente. Apesar disso, eles continuam sendo um exemplo icônico e amado de romance gay em anime que ainda inspira os fãs.


O relacionamento de Victor e Yuri é uma das melhores representações LGBTQ+ de todos os tempos (Yuri!!! On Ice)

Quando Yuri!!! on Ice entrou em cena, mudou quase tudo para a representação LGBTQIA+ em anime. Até sua estreia, os pares queer eram frequentemente reduzidos a estereótipos e, como resultado, as relações entre os personagens eram tóxicas e insalubres. O vínculo de apoio e amor de Yuri e Victor parecia uma lufada de ar fresco entre os romances.


O relacionamento deles não é nada além de saudável, pois eles se apoiam para alcançar seus sonhos, gradualmente se apaixonando à medida que a série avança. Muitos consideram seu romance uma das representações mais saudáveis ​​de romance gay até hoje, e isso ajudou a divulgar o gênero para o público de anime mainstream.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo