Buscar
  • marianafrancomague

Análise | A Era do Gelo: As Aventuras de Bucky - Por que fizeram isso com A Era do Gelo?

Depois de 5 anos desde o último lançamento da franquia, temos um novo filme de A Era do Gelo intitulado As Aventuras de Bucky, que estreou no Disney+ no dia 28 de janeiro. Então vem saber tudo que achamos do novo longa!


Comprou pra fazer isso Disney?


Caso você não esteja ligado nos bastidores, a produtora responsável pelos cinco primeiros filmes de A Era do Gelo é a Blue Sky, porém a senhora Disney foi lá e comprou a empresa, e em seguida fechou as portas dela (muita sacanagem né). Entretanto, eles sabiam que os filmes de Manny, Sid e companhia eram os únicos sucessos da empresa de fato.


Então, resolveram fazer um novo filme da saga, mas não pense que existe um dedo sequer da falecida Blue Sky em As Aventuras de Bucky, pois a Disney simplesmente estampou seu castelinho na abertura e entregou uma animação pra fazer Walt se revirar no seu túmulo.


RH da Disney bombando


Desde os trailers estava extremamente claro que não era a mesma equipe dos filmes anteriores trabalhando na animação, não só o design dos personagens mudou bastante, o que daria para relevar como se trata de outros animadores, se o trabalho não tivesse ficado tão abaixo do original (parecia jogo de Playstation 2, para ser sincera).


Cadê o esquilo, gente??


A falta de orçamento (e de empenho) fica evidente quando você nota a ausência de alguns personagens bem importantes, e que sequer são mencionados, como é o caso da Amora, filha de Many e EllIe. Mas, com certeza a ausência mais sentida foi a do esquilo Scrat, simplesmente um dos personagens mais icônicos da franquia (se não o mais).


A história foca nos irmãos gambas de Ellie, Eddie e Crash que acabam indo parar no mundo dos dinossauros, e lá reencontram Bucky, e com a ajuda dele precisam impedir um dinossauro super inteligente de dominar aquele mundo. Enquanto isso, Many, Sid e Diego vão a procura dos dois, ficando bem de escanteio na maior parte do filme.


Vamos enaltecer as partes boas somente por existirem


Apesar da animação ser tenebrosa, a essência dos personagens ainda está lá. O problema é que pegaram os protagonistas e os fizeram de coadjuvantes, e vice versa. Eddie e Crash são ótimos como alivio cômico, mas não sustentam uma hora e vinte de filme sozinhos.


Porém, existe uma nova personagem que foi uma ótima adição, a Zee. Ela é carismática e faz a trama evoluir, além das interações dela e de Bucky serem um dos pontos altos do filme. Tenho certeza de que a galerinha mais nova de até uns 8 anos vai gostar e se divertir com o longa, mas é triste, pois uma das características de A Era do Gelo era fazer piadas que conversavam e agradavam todas as idades.


Um fato que diz muito sobre o que foi esse filme, é que uma das melhores cenas dele inteiro, são os seus primeiros minutos, que recapitulam tudo o que aconteceu anteriormente. O prólogo causa muito nostalgia, e é bom para lembrar os espectadores, afinal, são cinco filmes até aqui.


0 comentário