Buscar
  • Carolina Mezalira

Análise | After: Depois da Verdade - Filme que não tem nenhuma novidade comparada ao primeiro

After: Depois da Verdade é mais uma produção que teve um atraso no seu lançamento por conta do Coronavírus e em vez de ir para as telonas, teve seu lançamento no streaming Amazon Prime Video. Bora conferir o trailer e logo em seguida a análise?



After é baseado em uma série de livros de mesmo nome escrito por Anna Todd, Sendo anteriormente uma fanfic de One Direction no Wattpad, através do grande sucesso que a obra ganhou, Hollywood pegou a história e transformou em filmes. A primeira adaptação foi lançada em 2019 e não foi muito bem aceita pelos críticos. Será que o segundo conseguiu melhorar sua situação?


Sinopse


After: Depois da Verdade começa com Tessa (Josephine Langford) que, após terminar o namoro de forma cruel com Hardin (Hero Fiennes-Tiffin), ela acaba ganhando um estágio, levando a garota a seguir sua vida sem seu grande amor, Hardin (já posso adiantar que não tem nada de novo na trama desses dois pombinhos que são problemáticos por si só).


A única diferença que temos para o primeiro é que nesse são mostrados flashbacks sobre o que aconteceu com Hardin quando ele era criança (sem spoilers, vão ter que assistir para saber o que ocorreu), transformando-o nesse jovem amargurado e as melhorias de Tessa.


Personagens novos na história


Que príncipe!

Três novos personagens são acrescentados na trama, porém somente um deles ganha relevância. Trevor (Dylan Sprouse), colega de trabalho de Tessa e que no fundo desperta um interesse amoroso por ela, é o alívio cômico do filme, além de ser o personagem mais interessante da história, embora eu ache que ele deveria ter aparecido em mais cenas (Dylan Sprouse era meu Crush quando pequena). Além dele temos também Kimberly (Candice King) e Christian (Charlie Weber) que estão ali para fazer peso e não tem significância alguma na trama.


Hardin e o amadurecimento


Notamos mudanças significativas no personagem vivido por Hero Fiennes-Tiffin, na forma como ele trata sua amada resultando em cenas fofas. Nessa continuação os telespectadores podem ver como ele teve uma infância conturbada em relação ao seu pai, mas não podemos deixar de falar que, mesmo com todo o seu amadurecimento mostrado no filme, o relacionamento entre Tessa e ele, continua tóxico e Hardin ainda é extremamente ciumento (meu querido, tem que melhorar muito ainda).


Mudanças significativas do livro para o filme


A grande diferença para a adaptação cinematográfica são os pesos dos conflitos da história, pois nos livros o romance entre os protagonistas é extremamente abusivo e até mesmo romantizado pela escritora, já nos filmes ele chega a ser suavizado, e isso ocorreu por pedidos de Todd, que reconheceu os absurdos que sua trama tinha.


Mas mesmo sendo suavizado, o romance ainda continua sendo perigoso. O fato não é retratar romances tóxicos, mas sim levando em conta seu público alvo que são adolescentes e eles podem querer ter um Hardin em sua vida.


Hardin e Tessa


O casal passa a maior parte do primeiro filme discutindo e no segundo não é diferente, acabam tendo discussões absurdas que na maioria delas apenas uma conversa resolveria.


50 tons de Cinza, mais leve


Podemos comparar a franquia After com a trilogia 50 Tons de Cinza, porém aqui temos um romance menos toxico e abusivo do que o de Anastasia (Dakota Jonhson) e Christian Grey (Jamie Dornan), visto que os personagens principais têm no máximo de 19 anos e ainda estão amadurecendo e aprendendo como viver a vida.


After: Depois da Verdade é um filme para assistir em um momento de descontração e que fique claro que aqui estamos falando de um casal toxico, mas que no fundo ambos estão aprendendo um com o outro.

assistiram After: Depois da Verdade? Gostaram? Não esquecem de seguir o Fendageek nas redes sociais!

0 comentário