Buscar
  • marianafrancomague

Análise | The Bad Batch: 1ª temporada - Sou fã, então quero referências!

Depois de quase três meses acompanhando os lançamentos semanais, The Bad Batch teve seu último episodio exibido no Disney+. E agora que a temporada acabou, vamos te contar o que achamos da mais nova série do universo expandido de Star Wars!


Entretanto, antes de falar para você do que se trata a série, é bom mencionar que é uma continuação de Clone Wars, se situando especificamente entre o final de A Vingança dos Sith e no começo da animação Star Wars Rebels,. Então, fiquem atentos, pois essa é a opinião de alguém que tem a trilogia prequel (episódios 1,2 e 3) como seus filmes favoritos, porém não assistiu muito de Clone Wars.


A gente ama um grupo de deslocados!


Nossos protagonistas são os integrantes da Força Clone 99, ou seja, clones fora do padrão que desenvolveram suas próprias personalidades, e por isso são discriminados pelo restante dos clones. São eles, Hunter, que é o líder do grupo e especialista em rastrear qualquer coisa que se mova, Echo, um clone metade androide que foi salvo pelo próprio Bad Batch na última temporada de Clone Wars, onde a Força Clone 99 apareceu pela primeira vez, e que tem a habilidade de se comunicar com qualquer sistema eletrônico.


Ainda temos Crosshair, que tem uma incrível capacidade de acertar qualquer alvo, de perto ou a distância. E, para completar o grupo, temos Tech, um clone com capacidade intelectual tão avançada que chega a superar até mesmo um androide, e Wrecker, cujo tamanho e músculos só não são maiores do que o seu coração.


Novos olhares...


The Bad Batch, assim como as novas produções de Star Wars, tem o objetivo de preencher lacunas que ficaram a partir dos filmes, e dar novos olhares para o que já conhecemos. Nesse caso, temos uma nova perspectiva sobre a Ordem 66, que fazia com que os clones se virassem contra os Jedi.


Vemos que os membros do nosso grupo de desajustados ficam totalmente perdidos, pois o chip inibidor, mecanismo responsável por fazer os clones executem as ordens, não funciona neles. E é aí que Ômega entra na história, uma menina clone, que não tem seu crescimento acelerado como os demais e que foge com o grupo de Kamino afim de fazer parte da equipe.


Ômega é uma personagem que pode parecer desnecessária para os fãs mais antigos, mas que está ali para atrair os novos adeptos (incluindo eu). A clone é o ponto de ligação de tudo e, além de interligar a história como um todo, é lindo ver a relação que ela constrói com seus irmãos clone, mas, principalmente com Hunter, que vira sua grande figura paterna.



Sou fã e quero service! - CUIDADO COM (pequenos, mas continuam sendo) SPOILERS


Se você já assistiu Cone Wars e Rebels, com certeza terá uma experiência mil vezes mais enriquecedora do que a minha. Porém, posso dizer com toda certeza que a série também deixa os filmes bem mais ricos em conteúdo, falando muito sobre Kamino e o processo de criação dos Clones, passando pela substituição deles pelos Stormtroppers, e tendo ligação até mesmo com o episódio 9 e a volta de Palpatine.


Vários personagens já conhecidos das animações dão as caras aqui, o que torna tudo mais interessante para quem já os conhece, mas não faz o episódio menos legal para quem não conhece. E, considerando o final e levando em conta que já temos a segunda temporada confirmada, as lacunas até Rogue One têm grande chance de serem preenchidas. Aliás, muitos paralelos entre as duas produções podem ser feitos.


A qualidade da animação é bem parecida com a última temporada de Clone Wars, contudo, tem suas próprias nuances, como a paleta de cores bem mais sombria, usando muito do cinza e do preto.


A história é bem atrativa para quem não consegue aproveitar as referencias como um todo, então pode assistir de boa! Lá pelo meio da temporada, ocorre uma amornada, em que vemos episódios onde o Bad Batch não é o protagonista, tendo pouca participação em tela, mas, ao mesmo tempo, são nesses capítulos que podemos ver mais sobre como a galáxia reagiu a ascensão do Império.


0 comentário