Buscar
  • @tonfabricio

Análise | Black Mirror - 5ª Temporada

Black Mirror é uma série causadora de inquietação em qualquer telespectador. Disponível na Netflix, o distópico seriado é capaz de fazer as pessoas pararem de usar o celular freneticamente, tapar a câmera do notebook, além de criar teorias de conspiração.

Polemicamente perfeito, Black Mirror nos arrasta para momentos de introspecção sobre o modo de vida em que vivemos, problematizando (ou não) as consequências da tecnologia no dia a dia. Não diferente disso, a quinta temporada veio para "bugar" ainda mais a nossa mente. A propósito, será que alguém está fazendo escolhas por mim neste momento??



A quinta temporada


Contando com apenas três episódios, Black Mirror misturou uma originalidade com um toque de idéias de temporadas passadas. Dentre as três histórias, temos os títulos Striking Vipers, Smithereens e Rachel, Jack e Ashley Too.


Striking Vipers conta a história de dois amigos que se divertem em um fodástico videogame de realidade virtual, porém algo inusitado acontece com ambos. Já Smithereens é mais pé no chão, nada futurista. É sobre um motorista que sequestra um funcionário de uma empresa de redes sociais. Por fim temos Rachel, Jack e Ashley Too. Estrelada por Miley Cyrus, a trama gira em torno de uma garota obcecada por uma cantora que consegue um robô de inteligência artificial. Um problema no sistema do brinquedo faz com que a jovem se mete em alguns problemas e descubra segredos.

Mesmo com pouquíssimos episódios, a quinta temporada foi perfeita em minha opinião. Ainda tem um toque criativo com críticas sociais, o que é de lei na série. Mesmo sendo incrível demais, nem todos gostaram do episódio com a Miley, pois pareceu bobo para muitos. Em contrapartida, eu considero um dos mais polêmicos, afinal parte da história é sobre os abusos que mulheres sofrem dentro da indústria musical. O episódio mostra claramente uma mulher fingindo ser o que não é devido a um contrato assinado com a produtora. O melhor ainda foi colocarem Miley Cyrus na pele dessa cantora, pois a ficção é similar com a história real dela, ou vocês acham que não foi intencional? Nada é por acaso em Black Mirror.

Quem não gostou do episódio Rachel, Jack e Ashley Too, não entendeu o conceito, pois é bom demais!! Sendo assim, a quinta temporada brilhou como sempre. Infelizmente não há previsão para novos episódios, mas tomara que venham logo!!

E vocês conhecem Black Mirror?? Também entram em uma paranoia após cada episódio?? Comentem!!

0 comentário