Buscar
  • daianeohare

Análise | Bob Esponja: O Incrível Resgate - Um filme de amigos

Depois de vários adiamentos devido à pandemia de coronavírus em andamento, Bob Esponja: O Incrível Resgate finalmente fez sua estreia na Netflix. Com roteiro de Tim Hill o terceiro longa da franquia pode fazer um sucesso maior na plataforma do que e estivesse nos cinemas.


Na história, o caracol de estimação Gary é sequestrado por Poseidon - Rei de Atlantic City - a dupla de amigos então mergulha numa viagem para resgatar o caracol, mas antes de embarcarem na jornada são manipulados pelo vilão Plankton que precisa que Bob Esponja suma para ele finalmente colocar as mãos na fórmula secreta do hambúrger de siri.


Os arcos narrativos não fazem muito sentido, mas afinal a série animada não preza pelo nonsense? Então faz até sentindo não fazer sentido! O que vemos é uma jornada pirada com direito a zumbis, uma festa que dura a noite toda, um julgamento que mais parece um show de televisão e Keanu Reeves numa bola de feno.



Falando em participações especiais, Keanu Reeves está simplesmente hilário, não era de se esperar menos não é verdade? Já as aparições do rapper Snoop Dogg e do ator Danny Trejo são pouco exploradas e poderiam enriquecer ainda mais o filme que por si só é até que bem divertido.


Bob Esponja é um filme que celebra a amizade da sua melhor forma, não somente da dupla principal, mas explora os vínculos formados por todos os personagens principais como o mau-humorado Lula Molusco, o mão de vaca Seu Sirigueijo, e a fofa e corajosa Sandy Bochechas, podemos ver todos eles crianças e fofos e ficamos sabendo a história de como todos se conheceram.


No mais, o filme não apresenta nada de inovador, mas também não era de se esperar nada novo mesmo, o filme diverte na medida e certamente irá agradar os fãs da animação.




0 comentário