Buscar
  • @tonfabricio

Análise | Desejo Sombrio

Atualizado: 26 de out. de 2020

Desejo Sombrio é a mais nova série da plataforma streaming Netflix. Com uma classificação acima de 16 anos, o seriado vem carregado de cenas picantes e muito mistério. Além disso, temos a nossa eterna "Lupita" da novela mexicana Rebelde como protagonista.


Isso mesmo!! Maite Perroni faz o papel de Alma, uma professora de direito que desconfia que esta sendo traída por seu marido. Sua vida vira de cabeça para baixo no momento que se envolve com o jovem Darío (Alejandro Speitzer), carregando essa culpa de infidelidade.


Apesar disso tudo, Alma se vê em um buraco ainda mais fundo no momento em que percebe que um suposto suicídio pode ter conexão com pessoas que ela ama.


Uma personagem contraditória


Alma é uma mulher sentada. Você percebe que a personagem não se abala por qualquer coisa. Ela encara as traições e supostos homicídios com muita frieza, mostrando ser mais razão do que coração. Além disso, ela dá aulas sobre feminicídio e conflitos dentro de situações abusivas.


Por outro lado, é fácil se sentir lesado com a contradição em que a série nos coloca, pois aquela mulher que era madura e decidida, se torna uma garotinha que não consegue parar de pensar no rapaz que ela mal conhece. Sem contar que ela prefere acreditar na "pureza" de Darío, mesmo vendo as atrocidades que ele faz. É angustiante ver um papel tão medíocre.


Cenas cansativas


Sabe aquelas cenas que achamos que o personagem morreu, mas logo em seguida mostram que esta vivo? Desejo Sombrio sobrecarrega com acontecimentos assim, as vezes te deixando até confuso. A pegada do seriado era o suspense, mas pecam quando repetem e repetem e repetem DE NOVO, transformando a surpresa no óbvio e a emoção no tédio.


E eu não vou nem entrar em detalhes da cena da piscina do último episódio. Esse plot é tão mal feito e sem nexo, que acho que estou com o rosto corado neste instante relembrando dessa vergonha alheia.


Final em aberto


Ainda não sabemos se a série será renovada, mas tudo indica que sim, já que o final fica em aberto. Caso renovem, eu espero que não tragam uma temporada contraditória e que não limitem a personagem Alma a uma mulher fraca abalada sentimentalmente.


E aí??? Gostaram da série do começo ao fim ou mudariam algo???



0 comentário