Buscar
  • Carolina Mezalira

Análise | Eu Nunca: Temporada 2 - Uma série leve em forma de amor, amizade e confusão !

Atualizado: 20 de jul. de 2021

Por muito tempo nos programas americanos, os indianos eram retratados apenas como personagens secundários, ou seja, sem a menor importância sendo muitas vezes apenas o amigo engraçado do protagonista. E a série Eu Nunca veio para quebrar esse estereótipo, Mindy Kaling, sua criadora nasceu no Estados Unidos, mas sua origem é indiana, desta forma grande parte dos desafios que Devi (Maitreyi Ramakrishnan) enfrenta, ela mesma passou na sua adolescência, dando uma identidade única para o seriado da dona Netflix.

Amizade linda!

Sinopse.... (Atenção, pode conter spoiler!!!)


Desta vez, a protagonista está dividida entre os dois grandes amores da sua vida: o popular Paxton (Darren Barnet) e o Nerd Ben (Jaren Lewinson), sendo assim, como toda boa produção teen o triângulo romântico existe para a alegria dos fãs, mas atenção esse fato só dura poucos episódios, ambos acabam descobrindo e ficando chateados com Devi (Ramakrishnan).

Team Paxton X Team Ben? qual é o se lado?

Ao passar da história, a protagonista junto com suas melhores amigas: Eleanor (Ramona Young) e Fabiola (Lee Rodriguez) passam por muitas situações clássicas da idade como descobrir um jeito de ter pelo menos a amizade dos meninos de volta, piorando tudo com a chegada de uma nova aluna indiana super descolada, com ela, toda a insegurança de Devi (Ramakrishnan) retorna com força total. O segundo ano de Eu Nunca fala de assuntos de suma importância como relacionamento abusivo, homofobia, machismo, tudo de forma sutil e leve sem ficar maçante para o público.


É representatividade que fala...

Todos diferentes mas se completam...

Um fato que mais me empolga nessa produção é o trio de melhores amigas ter suas próprias características, personalidades e mesmo assim se completam. Temos Eleanor (Young) sendo a asiática, Devi (Ramakrishnan) como Indiana e Fabiola (Rodriguez) é Lesbica, uma amizade pura sendo gostosa de se ver, não importa o que aconteça, no final elas sempre se apoiam.


Além disso, não podemos esquecer de Kamala (Richa Moorjani), uma personagem super carismática, mostrando uma mudança super bem-vinda: quem disse que indianos gênios nas séries só podem ser homens? Muito pelo contrário com ela vemos que nós mulheres conseguimos tudo oque que quisermos.


Todos os personagens têm seu próprio desenvolvimento...

A protagonista Devi (Maitreyi Ramakrishnan) não é a heroína cercada de personagens que estão ali apenas para fazer peso. Cada um deles tem seu próprio desenvolvimento solo, inclusive temos um episódio dedicado a Paxton (Darren Barnet), onde mostra sua relação com os estudos e família.


Quando entramos na cabeça do menino popular, a narradora vira a modelo Gigi Hadid, já que ele tem o estereotipo que engana duas meninas, mas não quer ser enganado, desta forma conseguimos desconstruí-lo e passar a enxergá-lo com outros olhos.


Adolescentes sendo adolescentes...


Sabemos que em produções do público teen não é muito comum jovens parecendo com a idade dos respectivos personagens. Aqui temos adolescentes parecendo adolescentes, sendo inconsequentes e fazendo muita merda, mas que no final só são pessoas com 16-17 anos que estão aprendendo com seus erros, qualquer pessoa já passou por isso se sentindo representada na telinha.


Eu Nunca é uma produção de fácil maratona, principalmente no mundo em que estamos vivendo no qual precisamos de leveza na nossa vida.


Já assistiram a segunda temporada de Eu Nunca? Gostaram? Não esquecem de seguirem o Fendageek nas redes sociais para ficarem por dentro das novidades!

0 comentário