Buscar
  • Luigi Leite

Análise | Falcão e o Soldado Invernal - A Marvel realmente sabe o que está fazendo!

Atualizado: 6 de mai. de 2021

É fato que após o sucesso gigantesco (e inesperado) de WandaVision, a Disney e a Marvel teriam que SAMbar muito para manter os espectadores vidrados na tela do seu dispositivo favorito de ver série e por mais que Falcão e o Soldado Invernal seja, até então, a produção com mais cara de Marvel entre as duas séries, ainda teve muita gente que torceu o nariz para esse encontro dos dois heróis.


Será que com todos esses "Ses" a série conseguiu garantir um lugarzinho nos corações de ferro (hoje to cheio de referência) dos fãs mais ferrenhos? Vamos descobrir!

Queria que meu casal #SAMKY fosse real!

O Inicio de um Sonho...


Confesso que fui do time que xingou muito no Twitter reclamando "que série nada vê" e até o segundo episódio eu ainda estava com esse sentimento. Não que o primeiro episódio seja ruim, mas eu ainda tava de bode e o começo foi absolutamente tudo que eu esperava que fosse, então o sentimento de "sou apenas uma cadelinha da Marvel" bateu forte. Outra coisa que não me ajudou muito foram as cenas de comédia escolhidas para o trailer que me deixaram com a famigerada vergonha alheia, ou seja, tudo contribuiu para eu não gostar da série. Junte a isso o fato que os dois personagens principais são os vingadores que eu menos gostava e sentia empatia.


Felizmente para nós, a partir do segundo episódio a coisa começa a intensificar e mostrar a que veio. Sinceramente eu não estava nem um pouco interessado nos dramas do Soldado Invernal que já foram exaustivamente trabalhados nos cinemas, mas fiquei muito feliz quando vi que essa seria minha chance de gostar do Sam e vê-lo com outros olhos, para minha felicidade, foi isso mesmo que aconteceu!


... Deu tudo Certo

A partir do momento em que começamos a nos aprofundar nos dilemas e na vida de Sam Wilson, que o deixa mais humano e consequentemente humaniza os atos de vilania dos grupos terroristas também, pois, através dos olhos do Falcão, conseguimos enxergar verdade na causa dos vilões.

Junte a isso a volta de Zemo devidamente caracterizado com o uniforme dos quadrinhos que fez tanta falta no filme e um mini mistérios envolvendo Sheron Carter e o resultado será uma série que me deixava ansioso pela próxima sexta feira para saber o que viria de novidade no capitulo seguinte.


As relações construídas parecem genuínas e até as cenas de vergonha alheia ajudam a construir a relação Sam/Bucky e se tornam divertidas de ver. A cena com a psicóloga é a mais divertida, mas cuidado, pode te dar gatilhos safadinhos. E o principal é a forma que a Disney/Marvel lida, explica e explicita o tema do racismo, seja ele estrutural ou explicito.


Obrigado pelos ótimos vilões!

Eu sei que você também quis socar esse rapaz!

Outro ponto mais do que positivo para a série é a apresentação de dois novos vilões, Karli e o Agente Americano que deram um show a parte. Acredito que a parte boa de você fazer um supervilão em uma série é justamente a possibilidade de serem bem trabalhados. As lutas também foram um arraso beirando a violência extrema (coisa rara nos longas da Marvel).

Ambos são personagens carismáticos com motivações que fazem sentido para eles e, de certa forma, é até coerente para quem está assistindo.


Também tivemos a apresentação da Val (que também estará no filme da Viúva Negra) que é uma espécie de Nick Furry do mal e sai por aí recrutando vilões para criar sua equipe de Vingadores do Mal ao melhor estilo Esquadrão Suicida. Então esperem que ela estará de volta e com certeza com uma super importância no futuro do MCU.

Não curti o final da Karli, achei super injusto!

Ainda tem mais!


Ao que tudo indica, a Marvel ta super afim de criar uma equipe de Jovens Vingadores e essa teoria ficou ainda mais forte com a aparição de Eli Bradley, que assume o manto do Patriota e entra para a equipe que já foi quase toda apresentada no MCU, ele não aparece na série de bobeira, podem ter certeza!

Filhos da Wanda, filha do Homem Formiga, Kate Bishop... Está super na cara que Jovens Vingadores vem aí

E para finalizar sem vocês acharem que a série é perfeita, algumas coisas realmente impedem que Falcão e o Soldado Invernal chegue no mesmo patamar de WandaVision. O ponto mais óbvio pra mim é a falta de cenas impactantes...


Ainda que a série seja repleta de cenas de ação muito bem dirigidas, faltou o fator "UAU", sabe? Aquela pagina dupla dos quadrinhos com uma cena visualmente impactante? Tirando a parte que o Agente Americano assassina um dos Apátridas, não sobrou muitos momentos que farão eu me lembrar dos episódios dessa série, mas claro, essa pode ser apenas uma impressão minha e você pode lembrar de várias cenas de ação que achou incríveis!


Ao que tudo indica, mesmo com o anúncio de Capitão América 4, ainda existe a possibilidade da série ter mais temporadas e esses pequenos detalhes podem ser corrigidos no futuro, ou não... Agora é segurar a ansiedade pois a próxima série da Marvel, LOKI, chega só em Junho!







0 comentário