Buscar
  • @myycampos

Análise | How I Met Your Father - Aquela água com açúcar saborizada

Ainda que a crítica especializada tenha detonado a série, How I Met Your Father encerra sua primeira temporada já com a garantia de uma segunda e com o dobro dos episódios.

Como falamos nas nossas primeiras impressões o Spin-off da clássica How I Met Your Mother chegou com atualizações necessárias, e seguindo os passos da série-mãe.


A nova roupagem conta a versão da fotógrafa Sophie (Hillary Duff) de quem é o pai do seu filho, diferente da primeira versão que não sabemos quem é a mãe até chegar na última temporada, agora temos quatro opções fechadas para apostarmos a nossas fichas, e por mais que pareça meio óbvio qual deles é o pai, eu arrisco dizer que as próximas temporadas vão bagunçar essa história.


Os 30 são os novos 20

Antigamente ao pensar em pessoas de 30 anos, já vinha aquela ideia de alguém que está com a vida toda organizada, casada, com filhos pequenos, crescendo na profissão que escolheu e começando a se estabilizar na vida, mas convenhamos que hoje em dia é muito raro conhecer pessoas no início dos 30 como quando nossos pais, por exemplo, tinham essa idade.



E é nessa confusão de seguir a profissão dos sonhos ou pagar o aluguel, casar com o amor da sua vida ou abrir um novo negócio, querer formar uma família ou continuar curtindo a juventude que o personagens dão vida a atual situação dos trintões (falo por experiência própria caro leitor)

Acompanhar essa mistura de responsabilidade e medo de "ser adulto" junto com Sophie, Valentina (Francia Raisa), Jesse (Chris Lowell), Sid (Suraj Sharma), Charlie (Tom Ainsley), e Ellen (Tien Tran) foi muito representativo, eu pessoalmente, me vi em diversas situações dos protagonistas ou acompanhei cenas que poderiam facilmente acontecer com meus amigos mais próximos.


Clichês

A série é perfeita? Não. Mas é péssima? Também não. Uma sitcom bem característica, muito baseada na sua obra original, bem água com açúcar, e que se faz necessária naquele dia cheio do trabalho, naquela semana que seu chefe te irritou, ou num final de semana com as amigas com brigadeiro.



Sem a necessidade de roteiros muito bem pensados, e diálogos super bem trabalhos a série entrega o que se propõe, ser um comédia simples e tranquila, acompanhar umas trapalhadas que a vida cotidiana e dar umas risadas.


Outro motivo para série ser tão cativante é a presença de atores que marcaram nossa infância e adolescência, não quero te dar spoiler mas pode esperar mais rostos conhecidos ao longo da temporada.







0 comentário