Buscar
  • Carolina Mezalira

Análise | Justiça em Família – Muita enrolação e pouco Jason Momoa

Até que ponto vocês iriam para salvar a pessoa amada? essa pergunta move o novo filme da Dona Netflix, Justiça em Família, nele acompanhamos Ray Cooper (Jason Momoa) perdendo sua esposa para o câncer.


Depois da perda fatal da matriarca dos Coopers começa a sede de vingança de Ray e sua filha, Rachel (Isabella Merced), contra os representantes da indústria farmacêutica que tirou do mercado o único remédio, capaz de salvá-la.




Do herói da DC para o marido amoroso...



Todo mundo conhece Jason Momoa como Aquaman, o herói que nada o destrói, porém aqui os produtores procuram transmitir seu lado mais sensível, mas infelizmente eles falham nessa missão.


Um bom exemplo disso é quando sua esposa morre e o protagonista entra e sai correndo pelos corredores do hospital até um local, onde não tenha ninguém para ele poder se desbulhar em lágrimas e assim entrar no seu luto.


A cena em questão é bem construída, mas derrapa logo em seguida. A atuação de Jason Momoa deixa a desejar, ele não consegue transmitir para os telespectadores a intensidade que a cena tem, sendo assim, podemos perceber que o ator se sobressai em cenas de ação.




Que elenco...


A atuação da Jovem atriz Isabella Merced, conhecida por seu papel em Dora e a Cidade Perdida ou De repente Família, ambos os filmes mostram sua personalidade mais ingênua, mas aqui ela está mais forte do que nunca entregando tudo que pode nas cenas de ação.


No entanto o ator que brilha mais é o vilão interpretado Manuel Garcia-Rulfo, com uma personalidade mais vilanesca ele consegue ser mal de verdade e parece ser a única pessoa se divertindo com tudo aquilo.



Parabéns para Isabella Marced!!!


Infelizmente não se aprofunda em nada...



O estreante diretor Brian Andrew Mendoza procura transmitir para o público alguns sub temas como: a relação frágil entre pai e filha, o luto, vingança por aquilo que acredita ou até mesmo o sistema injusto do país. Sem explorar os temas, o roteiro acaba ficando superficial, sem nenhuma explicação do porquê aquilo aconteceu, tornando o filme maçante para os telespectadores.




Justiça em Família tem bom Plot Twist, mas ele não altera a catástrofe que foi o filme como um todo. Ele tem ótimas sequências de ação, isso não posso negar, servindo somente para te divertir, uma história infelizmente esquecida no churrasco.


Assista Justiça em Família e não esqueça de seguir o fendageek nas redes sociais para ficar por dentro das novidades!

0 comentário