Buscar
  • Carolina Mezalira

Análise | Lulli - Um filme cheio dos clichês que serve apenas para passar o tempo

Parece que a cada ano a Patroa Netflix está aumentando seu catálogo com produções brasileiras do gênero comédia romântica adolescente, depois dos filmes Modo Avião e Diário de Intercambio, ambos protagonizados pela queridinha, Larissa Manoela, chegou a vez de Lulli. Mas fica o questionamento será que essa história consegue fugir do óbvio ou é mais do mesmo?


Afinal quem é Lulli?

O filme escrito por Talita Rebouças, acompanha Lulli (Larissa Manoela) uma estudante de medicina que sonha em ser uma grande cirurgiã, não deixando ninguém atrapalhar seu sonho nem mesmo seu namorado Diego interpretado por Vinicius Redd.


Mas sua vida vira de cabeça para baixo quando a aspirante a médica é eletrocutada por um aparelho de ressonância magnética e começa a ouvir pensamentos alheios (Imagina vocês 24 horas sabendo oque os outros pensam?). Com esse fato, a garota arrogante que era incapaz de ouvir as pessoas a seu redor, precisará obrigatoriamente aprender a conviver com esse ‘’dom’’.


A mistura perfeita de Grey’s Anatomy e Zoey’s Extrationary Playlist?

Os produtores dão a entender que foi uma tentativa de misturar seriados americanos como: Grey’s Anatomy e Zoey’s Extrationary Playlist, de certo modo eles conseguirem cumprir esse objetivo, da primeira trama citada tiramos a dinâmica de um grupo de jovens residentes que tem suas paixões secretas e ao mesmo querem ser bem-sucedidos na profissão escolhida, como voces devem saber na segunda historia mencionada anteriormente a personagem principal também ouve sentimentos e pensamentos dos outros, igualzinho como Lulli.


Porém sinto em lhe desapontar, o novo filme não chega aos pês das referencias apontadas, pecando principalmente no roteiro e deixando temas importantes sem uma prévia explicação.


O elenco....

A atriz Larissa Manoela apesar de jovem já tem uma vasta experiência, inclusive nesse filme ela interpreta sua primeira cena de sexo e essa sequência é muito bem-feita. Mesmo que ela seja uma grande profissional talvez a personagem Lulli por ser uma pessoa babaca não tenha deixado a garota mostrar todo seu talento.


Falando agora da personalidade arrogante da protagonista, o público não consegue entender quais motivos levaram ela agir desta forma e nada no roteiro justifica tal fato, por isso fica difícil se identificar com ela.


Muitas histórias para 1 hora e meia de filme...

Os personagens secundários não são muito explorados, o que é uma pena. Seu melhor amigo e crush da infância, Júlio (Sergio Malheiros), poderia ter sido melhor aproveitado, com uma história pessoal tão interessante. E não podemos esquecer o fato da Vanessa (Amanda de Godoi) ter uma rixa com outra estudante de medicina e o filme não explica o motivo que levou essa rivalidade e do nada fazem as pazes (essa me desapontou, viu Netflix).


Infelizmente Lulli consegue ser apenas engraçadinho, o que vale seu play apenas em um momento de relaxamento sem nenhuma pretensão. Mas se vocês forem com a intenção de ver um grande filme cinematográfico, não perca seu tempo e procure outro.



Já assistiram Lulli? Vocês gostam da atuação da Larissa Manoela? Não esquecem de seguirem o Fendageek nas redes sociais para ficarem por dentro das novidades!

0 comentário