Buscar
  • Mário Perazzolo

Análise | Mãe X Androides - Bom para se divertir, mas não para te prender

O ano começou, meus amores, e com isso chegaram novas apostas e lançamentos dos serviços de streaming! Hoje vamos falar sobre o novo sci-fi da Netflix: Mãe X Androides.


História e Elenco promissores


Vamos lá, para começar, Mãe X Androides nos conta a história de Georgia (Chloë Grace Moretz ) e Sam ( Algee Smith ), juntos eles embarcam em uma arriscada jornada para sair de seu país, que está preso em uma guerra com a Inteligência Artificial. Tudo que eles desejam e precisam é um local seguro, pois o bebê de Georgia está prestes a nascer. (Loucura hein meu povo! )


Narrativa tenta pegar rumo, porém cai no mesmo


A ideia da história e da narrativa são muito boas e até original, pois mexe com o nosso futuro e explora robôs e essas coisas atuais. Porém, o filme cai no mais do mesmo de filmes sci-fi e se torna entediante a ponto de você conseguir tirar um belo cochilo.


Pelo esboço da sinopse podemos pensar em um super filme, porém, na prática, foi entregue outra coisa.


Chloë Grace Moretz dá o sangue, mas não adianta muito não…


Nas cenas mais tensas e de mais emoção, podemos ver Chloë no auge do seu poder de atuação, porém, não aproveitam do talento dessa garota e, muito menos, de formas de abordagem sobre uma gestante que está prestes a ter seu filho num caos. Porém, podemos perceber que Chloë dá o seu melhor, e a atriz se torna um bom ponto positivo do filme.


Para terminar, podemos perceber que Mãe X Androides tem uma boa história que é mal aproveitada, igual muitos filmes por aí. O destaque positivo vai para a Chloë por dar de tudo para fazer esse filme andar, porém não depende apenas dela!


Você pode conferir Mãe X Androides já na Netflix. O longa teve sua estreia em 7 de Janeiro de 2022.





0 comentário