top of page
Buscar
  • @tonfabricio

Análise | M-8: Quando a Morte Socorre a Vida - O racismo da sociedade brasileira

Disponível na plataforma de streaming Netflix, M-8: Quando a Morte Socorre a Vida é um filme brasileiro importantíssimo para assistirmos, pois aborda o tema racismo dentro da nossa sociedade brasileira. Embora o país seja formado majoritariamente por pretos e pardos, o preconceito racial ainda é muito forte e o filme consegue retratá-lo fielmente.

Em sua história temos Maurício (Juan Paiva - As Five), um garoto preto prestes a estudar na renomada Universidade Federal de Medicina. Chegando em seu primeiro dia de aula, o protagonista já se depara com o M-8, nome dado ao corpo que servirá nos estudos de anatomia (ficaram aliviados agora, pois entenderam a sigla né?).


Angustiado e encarando preconceitos raciais, Maurício não sossega e decide ir atrás de informações para saber sobre a identidade daquele morto e se possui algum familiar, pois o corpo foi para a universidade como indigente.


Confiram o trailer:


Ué, você não trabalha na universidade?


"Ué, você não trabalha na universidade?" é um dos primeiros momentos onde Maurício encara o racismo. O estudante Gustavo (Fabio Beltrão - Malhação) o indaga, afinal, a elite fenotipicamente (brincadeira Lumena) branca não aceita ver pretos em posição igualitária ou superior. Além disso, Maurício também é comparado a um açougueiro ao invés de um doutor. Gustavo, com sua branquitute, procura sempre estereotipar o colega de sala (a Lu permitiu).

Outras situações de desconforto em relação as pessoas pretas também são apresentadas na obra, como o desdém em atendê-los em algum ambiente, tratá-los apenas como fetiches, a dificuldade em encontrarr empregos, além é claro, da perseguição policial. M-8: Quando a Morte Socorre a Vida tem cenas impactantes e necessárias para um público que ainda não compreende essa luta racial.


A cada 23 minutos


Assim como é mostrado na produção, a cada 23 minutos uma pessoa preta é assassinada e muitos deles nunca são encontrados. Um dos principais incômodos de Maurício é encarar um corpo indigente e ver um protesto de mulheres que perderam seus filhos sem saber do paradeiro deles.

Abordando fé e crenças, Maurício percebe o espírito do M-8 nos cômodos e sabe que precisa ajudá-lo com a missão de dar um enterro digno ao rapaz, além de ir atrás dessas mães desamparadas no intuito de aliviar as dores delas.


O final não amarra todas as pontas do filme, porém termina como tinha que ser, com um alerta. A mensagem é poderosa e faz de M-8: Quando a Morte Socorre a Vida um grande filme nacional.


E vocês já assistiram esse filme nacional?? Corram assistir e aproveitem para nos seguir nas redes sociais!!


0 comentário
bottom of page