Buscar
  • @tonfabricio

Análise | Meu Amor: Seis Histórias de Amor Verdadeiro - Um documentário ilusório e arrastado

Meu Amor: Seis Histórias de Amor Verdadeiro é uma minissérie da Netflix que mostra seis casais em diferentes partes do mundo compartilhando seus momentos de amor dentro do período de um ano. O documentário viaja para os Estados Unidos, Espanha, Japão, Coreia, Brasil e Índia.

Assim como citado no título, a série veio com a proposta de mostrar histórias cheias de paixão, mas será que conseguiram?


Oh Netflixzinha, por que me iludistes?


Quando vi a proposta e o trailer da minissérie, eu pensei "vou amar demais, não vejo a hora", mas quando assisti, foi decepção atrás de decepção (imaginem emojis de palhaços agora). O título distorce a realidade do show, pois são raros os momentos onde os casais citam acontecimentos do passado e a maior parte do tempo (e bota tempo nisso) são apenas cenas extremamente arrastadas, como o casal levantando, mostrando vários detalhes, pega roupa do varal, faz um comentário, come devagar, sai pra algum canto aleatório, vai no médico, conversa com pessoas que não agregam em nada, deita de novo, anda e anda e anda, por aí vai.

Meu Amor: Seis Histórias de Amor Verdadeiro tem mais de uma hora por episódio, mas poderia ser encurtado facilmente para uns 40 minutos se não enrolassem tanto em cenas que não emocionam em nada. Um exemplo disso é o primeiro capítulo, onde o casal estadunidense corre atrás de testamentos e cremações e a frieza fala mais alto.


O ÚNICO momento mais emocionante é no episódio do casal japonês, quando falam do preconceito contra pessoas leprosas. Kinuko conheceu Haruhei na clínica onde ele fazia tratamento para hanseníase. Com uma história sofrida, Kinuko enxergou as qualidades de Haruhei e estão juntos há décadas. A minissérie deveria explorar mais momentos sensíveis ao contrario do tédio.


Apesar dos pesares...


Embora a Netflix tenha me iludido, a obra seja arrastada e tediosa, é bonito ver casais juntos por tantas décadas, com o amor ainda em chamas, em diferentes partes do mundo. Amor verdadeiro é cuidar e estar do lado independente do que aconteça, e Meu Amor: Seis Histórias de Amor Verdadeiro consegue mostrar isso (mas não tanto como eu esperei).

Se forem assistir esse documentário, vejam sem expectativas, porém com os corações abertos para reacender a esperança no amor para aqueles desiludidos.

Já assistiram Meu Amor: Seis Histórias de Amor Verdadeiro?? Gostaram ou se decepcionaram?? Comentem!!

0 comentário