Buscar
  • marianafrancomague

Análise | Observadores -Suspense e sexo nunca combinaram tão bem!

Depois da série de filmes 50 Tons de Cinza e 365 Dias, você pode achar que Observadores é só mais um filme erótico clichê, mas acredite em alguém que não é fã do gênero erótico, mas ama um bom suspense, o novo filme original Prime Video é bem mais do que aparenta ser!


Big Brother caseiro ??


Aqui nós vamos conhecer nosso casal de protagonistas, Pippa (Sydney Sweeney) e Thomas (Justice Smith), que acabaram de dar mais um passo em sua relação indo morar juntos em um loft. Contudo, as coisas mudam quando eles percebem que no prédio em frente ao deles, um casal tem a vida sexual bem ativa, e tudo isso a vista da janela.


As coisas começam a escalar bem rápido depois que eles descobrem (após continuar observando a vida dos vizinhos) que o homem (Ben Hardy), que é fotografo, trai direto sua esposa (Natasha Liu) com as clientes que ele atende no apartamento. Então, eles ficam no dilema de contar a verdade para a moça e entregar que estavam espiando, ou continuar observando aquela relação abusiva.


Não é só mais um filme sobre sexo


Confesso que fui assistir ao filme com uma dose de preconceito, e tomei bem no meio da cara, pois é bem mais do que um filme sobre sexo. Existem sim muitas cenas explicitas, mas não é nem de longe o assunto do filme, é apenas um plano de fundo e um elemento importante para construir a relação dos dois casais um com o outro, e criar a tensão sexual que permeia essa interação.


Se você acha que um filme erótico não pode passar mensagens importantes, trate de abrir essa cabeça, pois Observadores coloca varias questões já tão inseridas na sociedade que nunca paramos para pensar. Uma delas, a mais óbvia, é como as pessoas expõem suas vidas, e até que ponto ficamos tão imersos na vida alheia e esquecemos da nossa própria realidade (já dizia Dumbledore, “não adianta viver sonhando e se esquecer de viver”).


Uma explosão de cabeça atrás da outra


Esse é o tipo de filme que se começa a assistir sem pretensão alguma, e quando chega na metade, você tem certeza que já adivinhou o que vai acontecer e que o roteiro é simples até demais. Porém, quando já está pronto pra criticar o rumo previsível da história, vem uma reviravolta atrás da outra que mostram que você foi feito de trouxa o filme todo.


Além do fato das atuações estarem impressionantes, principalmente a de Sydney Sweeney (Euphoria), a edição de imagem e a fotografia são o que dão o tom do longa, condicionando o espectador a ver e sentir o que o filme quer que seja visto e sentido, nos colocando na perspectiva de Pippa e Thomas, chegando a um ponto que nos perguntamos se deveríamos mesmo estar vendo esse filme.


Observadores vem para tirar o gênero erótico da caixinha e dos padrões que foram estabelecidos pelas produções anteriores, e é uma ótima adição para o gênero de suspense, uma combinação inusitada que deu muito certo.



0 comentário