Buscar
  • Luigi Leite

Análise | Olaf Apresenta - Disney espremendo tudo que pode de Frozen

Frozen é um sucesso moderno inquestionável da Dona Disney e por conta disso é mais do que normal (e esperado) que a casa do Mickey tente arrancar até a última gota de gelo derretido da franquia, que para a alegria dos fãs, ela tem feito muito bem! A bola da vez é uma minissérie animada que trás Olaf como protagonista contando de forma divertidíssima os acontecimentos de outros clássicos da Disney da mesma forma que contou as desventuras do primeiro filme de Frozen para os novos amigos de Anna e Elsa.


Uma das coisas mais engraçadas que já vi


Confesso que o Olaf é um dos personagens da Disney que eu menos gosto. Acho muito bobo, irritante e sem graça mas passei a olhar de forma diferente depois da sua performance impecável em Frozen II quando ele narra os acontecimentos do primeiro filme para a família da mãe de Anna e Elsa. Aquilo por si só foi tão genial e engraçado que me deixou com muita vontade de saber mais e me lembro que quando vi o longa nos cinemas até comentei que seria legal ver o personagem contando outras histórias daquela forma tão teatral.


E quem poderia imaginar que a Disney traria para o Disney+ exatamente o que eu havia imaginado? Em Olaf Apresenta, o boneco de neve mágico narra os acontecimentos de outros sucessos da Disney da forma mais engraçada que já vi sem perder a chance de alfinetar os furos de roteiro.

GE - NI - AL

11 Minutos de pura gargalhada, mas só isso?


A minissérie (ou seria Microssérie) consiste em 5 episódios de 3 minutos cada em que Olaf faz um resumo das histórias de O Rei Leão, Aladdin, Enrolados (com referências e fanservise), A Pequena Sereia e Moana. Se você quiser conferir tudo na íntegra, então o 6 episódio é um compilado de tudo que dá um total de 11 minutos.


O texto é muito inteligente e divertido e faz a barriga doer de tanto rir, mas é claro que se você já viu os filmes referidos por Olaf então o efeito será 10x maior para você. Infelizmente (e não sei porque) o dublador original do Boneco de Neve no Brasil, Fabio Porchat, não foi chamado para o serviço e isso me incomodou um pouco pois parte do que me fez desgostar um pouco menos do personagem é justamente pela sua dublagem Brasileira.

Eu amo meus súditos e também como alguns

Queria mais...


Talvez por ser um experimento, a Disney não quis arriscar em trazer resumos de filmes menos conhecidos como O Caldeirão Mágico, As Peripécias de Um Ratinho Detetive ou Oliver e Sua Turma o que, creio eu, seria um incentivo para as pessoas procurarem esses clássicos incompreendidos no catálogo do Disney+. Invés disso, optaram por manter em zona segura comentando apenas os grandes sucessos.


Embora seja compreensível seguirem este caminho uma vez que correria o risco da série só conseguir cativar aqueles fãs extremos que já viram tudo do Disney Animation Studios, ainda queria ter visto algo diferente das franquias que já são exaustivamente divulgadas e famosonas. Infelizmente os poucos episódios e o tempo curtinho de cada um deles deixa aquele gostinho de "quero muito mais", o que poderia ter sido resolvido se fossem lançados logo 10 episódios de uma vez. Espero que essa regulação (essa palavra existe?) toda seja para sermos agraciados com novas temporadas num futuro não tão distante!

Até gosto do Olaf agora


0 comentário