Buscar
  • Luigi Leite

Análise | Ricky and Morty: Temporada 5 - Mais afiado e abusado do que nunca!

Depois de algumas semanas sem episódios semanais e após fazerem sua estreia em Fortnite, Ricky and Morty finalmente recebeu os episódios finais da temporada que foram de explodir cabeças. Mantendo seu humor ácido e inteligente, a série parece ter recuperado a qualidade deixada de lada na temporada passada!


Ricky and Morty raiz


Os fãs mais fervorosos podem ter sentido uma ligeira perda de qualidade na temporada 4 com seus episódios desconexos, piadas que só norte-americanos acham graça e até uma ligeira passada de ponto (e de pano) em assuntos que normalmente a série trata com um humor mais sério e inteligente. Felizmente, parece que os episódios voltam às suas raízes com a nova temporada e com capítulos que dão continuidade à história.


Logo de cara já somos ambientados ao que parece ser o grande impasse da temporada: Ricky e Morty estão com a relação estremecida pois o jovem da dupla começa a se sentir substituível e desnecessário ao mesmo tempo em que seu avô começa a questionar se a relação dos dois é saudável ou puramente dependente e, por sua vez, tóxica!


Por conta disso, temos episódio maravilhosos em que cada um segue em aventuras individuais, ou quase, uma vez que Ricky sempre tenta substituir Morty nas suas viagens, seja pela Summer, pela Pessoa Pássaro ou por uma dupla improvável de Corvos.

Roleta de companhias melhores que o Morty

Tudo está conectado!


Como mencionado no inicio deste texto, os episódios estão mais procedurais que seus antecessores dando a sensação que a história realmente está avançando, trazendo personagens antigos de volta ao mesmo tempo que passamos a saber mais sobre o passado de Ricky, inclusive o que o levou a agir da forma que age e o que aconteceu com a sua esposa (o que é realmente de explodir cabeças).


Mesmo que pareçam episódios aleatórios e com foco em personagens aleatórios como é o caso do Ricky jovem que, na ocasião, é apenas uma lembrança que ganhou vida, no final tudo vem a tona e se conecta, o que dá uma emoção e excitação que ficaram de fora das ultimas aventuras vividas pela dupla.

Quem diria que Beth é tão parecida com seu pai...

É sobre a dupla e ta tudo bem!


Mesmo que tenhamos episódios divertidíssimos envolvendo a família toda ou alguns personagens secundários, essa temporada é a temporada mais Ricky & Morty de todas, inclusive com momentos em que esse "&" ganha vida pra lembrar o espectador sobre isso, o que pode até ser uma crítica sobre a lei que exigia mais tempo de tela das personagens femininas e que foi brilhantemente bem executada (e julgada) na temporada passada. No final das contas, são os dois protagonistas que importam e é sobre eles que os novos episódios querem falar.


De forma sutil e as vezes escancarada, a crítica aqui é sobre a dependência afetiva que pode ser muito prejudicial para qualquer relação e a perda de identidade, principalmente de Ricky que sai em uma jornada de auto conhecimento ao mesmo tempo que Morty passa a fazer coisas absurdas e inconsequentes para ter seu avô de volta.

Vale tudo para chamar atenção, até namorar uma ambientalista genocida

Tentativas desesperadas (e hilárias) de substituição de companheiros de aventuras

Ricky and Morty só tem a ganhar com o passar dos anos e com a sua qualidade técnica cada vez mais incrível. O roteiro está mais inteligente que nunca, as piadas funcionam bem, as críticas sociais continuam sendo o ponto forte da série e a animação está maravilhosamente linda!


Ricky and Morty está com todas as temporadas completas disponíveis no HBO Max

0 comentário