Buscar
  • @tonfabricio

Análise | Tio Frank - Um homem renegado por seu pai


Com a progressão do mundo, os filmes estão vindo com uma abordagem cada vez mais consciente, dando espaço para temas como racismo, homofobia/transfobia e machismo. Com essa pegada de ensinar e ainda entreter o telespectador, hoje venho falar do incrível filme Tio Frank, produção disponível na Amazon Prime Video.

Tio Frank é uma história familiar. Na trama temos Beth (Sophia Lillis - I Am Not Okay With This), uma adolescente da Carolina do Sul admiradora de seu tio Frank (Paul Bettany - Wandavision), um professor morador de Nova York com ideias muito a frente das de sua família.


Admirada pelo caráter e personalidade de Frank, Beth nunca entendeu a razão de seu avô maltratar tanto seu tio, afinal, ele demonstra ser a melhor pessoa do mundo para ela, além dela desconhecer a razão dele morar em Nova York.

Após quatro anos, Beth se torna universitária e decide visitar seu tio. Nessa nova jornada, a jovem descobre sobre a sexualidade de Frank, desencadeando momentos desconfortantes e cômicos.


O que ninguém esperava era a recente notícia da morte do patriarca da família, forçando Frank a retornar para sua cidade natal junto de sua sobrinha para velar seu pai. Com isso, momentos de muita dor vem à tona.

Um tio revolucionário


A trama se passa nos anos 70, onde assuntos como racismo, sexualidade e desigualdade de gênero não eram abordados. Entretanto, Frank se mostra ser um homem além do tempo (viva os professores!).

Frank no velório do embuste de seu pai

Beth tem sua vida mudada quando seu tio diz que ela deve ser a pessoa que ela escolher ser e não quem as pessoas querem que ela seja. A partir daí, a jovem entende a importância de se impor, adquirindo uma (muita!) opinião própria.


Do começo ao fim, Frank condena atitudes machistas e mostra a pureza de um amor homossexual. Por outro lado, podemos ver também o sofrimento de um homossexual dentro de um lar homofóbico.

Frank jovem e seu pai

Sendo assim, Tio Frank se apresente de uma forma delicada para emocionar e ensinar quem assiste. Além disso, será quase impossível não se apaixonar pelo personagem Wally (Peter Macdissi - Tabu), pois o ator traz uma paixão para o personagem, tornando-o encantador e divertidíssimo. Embora Wally não seja o protagonista principal, ele consegue brilhar mais do que todos.


Aproveitem esta análise e corram assistir!!

Comentem, compartilhem e nos sigam nas redes sociais!!

0 comentário