Buscar
  • @myycampos

CCXP Worlds | Emil Ferris - Superação define

A segunda entrevista da Thunder Arena foi com a quadrinista Emil Ferris, autora de Minha Coisa Favorita é Monstro de 2017, que ganhou os maiores prêmios da categoria.

Emil Ferris começou a fazer quadrinhos quando ela se viu, aos 40 anos, em uma cadeira de rodas como uma filha de 6 anos para criar sozinha.


Ela contou sobre a paralisia das pernas e mão direta que a abateu em 2001 quando ela foi picada por um mosquito que transmitiu a febre do Nilo Ocidental. Emil que era ilustradora e designer freelancer sem saber o que fazer para pagar suas contas decidiu reaprender a desenhar com a mão esquerda, ingressando na School of the Art Institute of Chicago (SAIC).

Graças a esse esforço, Emil contou que conseguiu se recuperar com o apoio da família, e em 2017 lançou "Minha Coisa Favorita é Monstro" e recebeu três prêmios Eisner, o maior prêmio dos quadrinhos.


Durante os anos de recuperação Emil passou por grandes apertos, chegando a quase ser despejada de seu apartamento.

Sua arte foi considerada muito "estranha" sendo recusada por 48 editoras antes de ser lançada.


A HQ acompanha Karen, uma garota de 10 anos que tem a forma de “lobismoça” e é frequentemente atacada por sua aparência. Enquanto aprende a lidar com as agressões dos colegas da escola, ela tenta desvendar o assassinato de sua vizinha, uma sobrevivente do Holocausto, narrando tudo em seu diário. O cenário é a agitada Chicago dos anos 60, marcada por conflitos políticos e manifestações pelos direitos civis.


São 416 páginas que imitam folhas de caderno e tudo desenhado com canetas esferográficas (sim ela fez tudo na BIC!)


A entrevista de Emil Ferris foi uma aula de como podemos superar qualquer desafio quando temos apoio de quem amamos e de quem nos ama.


Já conheciam o trabalho da autora? Eu vou ai AGORA comprar meu exemplar!


Continue com a gente para mais novidades da CCXPWorlds!


0 comentário