Buscar
  • @jecksBeraldo

Emmy 2020 | Análise The Mandalorian

A franquia Star Wars tem dividido opiniões dos fãs desde o lançamento do último filme no ano passado (2019), mas independente de você achar o episódio IX uma obra prima ou um lixo (e você está correto, é uma história de merda... desculpa ai!) todos vamos concordar que a série The Mandalorian nos uniu novamente nesse incrível universo criado por George Lucas.


Neste Emmy 2020 The Mandalorian possui 15 indicações, entre elas a de melhor série de drama.


A premiação ocorre dia 20 de setembro. Antes de sabermos se Baby Yoda leva essa para casa confira nossa análise.



Em pt-br, O Mandaloriano estreou em novembro de 2019 na Disney+, a história acontece alguns anos após os eventos de O retorno de Jedi, segue um solitário Gunfighter mandaloriano além dos limites da Nova República, Din Djarin (Pedro Pascal) ou Mando , que é como o conhecemos durante praticamente toda a temporada, é um caçador de recompensas de moral questionável que pega o trabalho que paga mais.


Mando é enviado em missão para localizar e capturar um alvo valioso. Apesar de estar acostumado a não questionar seus clientes, tem sua política de isentão abalada ao descobrir que o alvo em questão é um bebê da mesma espécie alienígena do Yoda.


O caçador muda de ideia e decide protegê-la dos partidários remanescentes do, caído, Império Galáctico.


Quem não salvaria esse baby Yoda fofíssimo ??



A Guerra e Suas Consequências


Logo descobrimos o porquê de baby Yoda ser tão procurado pelos Badguys, a criança é detentora da força e possui grandes habilidades mesmo sendo muito pequena.


Procurando se esconder com a criança, o Mandaloriano nos leva a partes distantes da galáxia, onde a paz prometida pela república, dá lugar ao contrabando, a pobreza e inclusive a lugares onde a influência do Imperio ainda é forte.


A Guerra cobra seu preço, acompanhamos ao longo da jornada o momento pós-guerra desse universo, o próprio Din Djarin teve seus pais mortos por dróides de batalha imperiais e carrega a culpa de sobreviver ao ataque.


Um pouco mais de baby yoda pra você explodir em amor


Faroeste Intergalático


Já de cara notamos a influência dos filmes de Bang-bang na série, Mando é um homem de pouquíssimas palavras e que permanece de armadura e capacete em 99% das cenas, temos então aquele personagem enigmático que atira primeiro e pergunta depois.


O mistério que ronda sua história e seu rosto ficam ainda mais interessante quando o roteiro constrói uma relação de pai e filho entre Mando, que agora fará de tudo para defender a pequena criatura, Baby Yoda.


Não tem cara mas tem coração!!


Mesmo você não vendo o rosto do personagem, suas intenções e pensamentos são muito claros e isso é uma das coisas mais incríveis dentro da história, uma pausa no lugar certo, as expressões corporais e até mesmo outros personagens estão presentes para nos dizer que atitude o mandaloriano tomará.


A segunda Temporada de The Mandalorian estreia dia 30 de Outubro na plataforma Disney+, que estará disponível no Brasil dia 17 de Novembro.


Gostou dessa matéria? Confira também:


Star Wars: The Mandalorian, confira primeiras imagens da 2ª temporada

Emmy 2020 | Análise: Inacreditável

Emmy 2020 | Análise: Watchmen

Emmy 2020 | Análise: Mrs. America

0 comentário