Buscar
  • marianafrancomague

Especial Disney | Era da Guerra e Suas Pérolas Esquecidas

Continuando com o nosso mais do que incrível Especial Disney, hoje vamos falar de um dos períodos mais sombrios da história da Disney e do mundo como um todo não é mesmo?


Na última matéria deste especial, vimos que a relação dos estúdios Disney com outros países estava meio conturbada, e a Segunda Guerra Mundial veio para piorar o que já estava ruim, muitos funcionários foram recrutados e parte das instalações virou base militar.


O governo dos EUA então começou a encomendar animações para fazer propaganda da guerra, uma das mais famosas é The Fuehrer's Face e mostra o Pato Donald em uma fábrica da Alemanha Nazista passando um perrengue imenso, mas aí ele acorda e percebe que tudo foi um pesadelo, e começa a enaltecer o privilégio de ser americano e morar nos EUA, esse curta ganhou o Oscar de melhor curta de animação em 1942.

Já que a galera da Europa não estava recebendo os filmes Disney, o Tio Walt começou a ver com outros olhos a América Latina e então veio visitar o povo daqui, passou por Argentina, Peru, Chile e o Brasil, e dessa viagem surgiu a ideia de fazer alguns curtas que juntos se transformariam no primeiro longa dessa era.


Alô Amigos (1942)


Esse é o primeiro da leva de "filmes pacote", ou seja alguns curtas compilados em um longa, foi o jeito que o Walt achou de continuar com o apoio do governo e manter o estúdio funcionando.


O filme é composto por 4 seguimentos, misturando live-action com animação, no primeiro vemos Donald passando alguns apuros com a população do Peru, o segundo acompanha o avião Pedro na sua primeira viagem para entregar correspondência na Argentina.

O terceiro mostra o Pateta indo dar um rolê nos pampas argentinos, e o último e mais legal (sem favoritismo, ok! Talvez tenha um pouco de favoritismo, confesso!) temos nosso querido Zé Carioca apresentando alguns lugares da América Latina para o Donald (até cachaça o pato nervosinho toma), nele temos duas músicas bem conhecidas, Tico Tico no Fubá e Aquarela do Brasil. Alô Amigos arrecadou ao redor do mundo mais de US$ 1 milhão, então o Walt resolveu investir de vez aqui no Brasil.



Você já foi a Bahia? ( 1944)


São 7 seguimentos que partem de uma premissa, Donald recebendo presentes dos seus amigos da América Latina, e cada presente é uma história.


A primeira conta história do pinguim Pablo que cansou do frio e queria ir pra um lugar mais quente, o segundo conta as aventuras do garoto gauchinho e seu jumento voador na Argentina.

No terceira vemos Zé Carioca apresentando a Bahia ao Donald, o pato inclusive se apaixona pela cantora Aurora Miranda, que gravou cenas interagindo com a animação, coisa que na época era bem inovador.


O quarto conta a história de quatro crianças mexicanas que ao comemorarem o natal vão acabar em uma festa bem animada, com pinãta e tudo, seguindo no México, o quinto seguimento conta a viagem do Donald, Zé Carioca e Panchito onde eles se apaixonam pelas praias mexicanas. O penúltimo mostra a cidade do México sendo cenário da canção Solamente una vez, e o último mostra Donald se apaixonando por Carmen Molina, uma menina mexicana, combinando mais uma vez animação e live-action. Você já Foi a Bahia? arrecadou mais de US$ 3.3 Milhões.


Em 1945 a Segunda Guerra se encerrava, mais ia levar um pouco mais de tempo pra Disney voltar aos eixos.


Música, Maestro! (1946)


Ainda dentro da proposta dos "filmes pacote", este tem 10 seguimentos.


O primeiro é sobre filhos de famílias rivais se apaixonando, mas esse curta foi cortado depois pela maneira que as armas são usadas, logo depois da guerra não é legal concordam?


O segundo era para ter sido parte de Fantasia, mas veio parar aqui, nele vemos duas garças voando em um lindo cenário ao som de Blue Bayou, o terceiro é O Lápis Musical, nele um lápis gigante puxando a ação, mostrando o que o que os jovens faziam naquela época ao som de Jazz.


O quarto se chama Recital do Amor, e é apenas uma música (bem sofrida) sobre o amor que se foi. O quinto seguimento mostra Jerry Colona recitando um poema sobre um jogador de baseball que se achava a última bolacha do pacote.


O sexto é Sinfonia a Dois, que mostra uma técnica de live-action que aparece apenas em sombras, um casal dança mas vemos apenas suas silhuetas em um fundo animado. O sétimo é Pedro e o Lobo e mostra um garotinho e um grupo de animais que vão atrás do Lobo, esses animais incluem uma pata, um gato e um pássaro, e cada um representa um instrumento, então a trilha desse curta é maravilhosa.

O oitavo seguimento se chama a Dança dos Instrumentos, e é exatamente isso, vários instrumentos dançam ao som de uma música.


O penúltimo curta se chama O casal de Chapéus, nele dois chapéus se apaixonam na vitrine da loja, e após um deles ser comprado, o outro inicia uma jornada até reencontrar seu amor, e pra finalizar temos A Baleia Willie, uma baleia que canta ópera como nenhum humano, então um empresário que jura que ela engoliu cantores de ópera arma pra matar a baleia, e quando Willie consegue cantar em um teatro lotado uma super tragédia acontece! (Prepara o lenço por que você vai chorar). Música, Maestro fez US$3.3. Milhões ao redor do mundo.


Como é bom se Divertir (1947)


Ao contrário do último, esse aqui só tem 2 curtas, ambos projetos já existentes antes da guerra, na intenção se se tornarem longas.

O primeiro é a história do Bongo, um ursinho de circo que sonha em ser livre e viver na floresta, quando ele consegue fugir, percebe que nem tudo são flores na floresta (foi ruim eu sei), mas acaba achando um amor pra chamar de seu.


O último trazia de volta um carinha que já não víamos fazia um tempão, Mickey e o Pé de feijão adaptava a história clássica de João e o pé de Feijão.

O Mickey deu uma sumida porque Tio Walt não queria a imagem do camundongo relacionada com nada da guerra.


Tempo de Melodia ( 1948)


Voltando ao formato de "filmes pacote", aqui temos sete seguimentos. O primeiro mostra um casal dançando do gelo, até que o mesmo se quebra e com ajuda o rapaz salva a moça.

O segundo tem uma pegada mais fantasiosa, mostra um zangão literalmente voando ao som da música, bem surreal mesmo. O terceiro conta a história de um rapaz que passou grande parte da vida plantando macieiras.


O quarto se chama O Rebocador Apitinhos, que conta a história de um barquinho que sonha em rebocar grandes navios como seu pai, mas no processo causa vários acidentes até que em uma tempestade ele consegue provar sua coragem.


O quinto curta mostra árvores crescendo de acordo com um poema recitado que mostra uma visão lírica das estações do ano. O sexto seguimento trás de volta nosso amigo Zé Carioca que cai no samba junto com Donald e um novo amigo. O último curta conta a história do famoso cowboy americano Pecos Bill, Tempo de Melodia arrecadou US$ 2.5 Milhões.


As Aventuras de Ichabod e Sr Sapo (1949)


Chegava ao mundo o último filme da era da guerra, aqui de novo são dois curtas que estavam programados para ser longas, a primeira conta a triste história de JT Sapo, um cara que por alguns problemas financeiros acaba preso. No segundo conhecemos Ichabod, que protagoniza uma adaptação da história do Cavaleiro sem Cabeça. Este filme, por sinal, tem uma das cenas de terror mais assustadora da história do cinema (são cineastas que elegeram, não eu) que é usado em escola de animação e cinema até hoje como referência. Realmente da um medão. Ichabod e Sr Sapo arrecadou 1.6 milhões.

Agora sem bases militares no estúdio, com os animadores de volta, nada de filmes pacote nem curtas aleatórios, a Disney estava pronta para uma nova era. A ERA DE PRATA!!!


Mas isso você vai ficar sabendo só na próxima matéria.



Conta pra gente qual dos curtas é seu favorito aqui nos comentários!













0 comentário