Buscar
  • daianeohare

Guerra do Amanhã poderá ter sequência na Amazon

Bem, não demorou muito. A Guerra do Amanhã, o novo blockbuster de ficção científica estrelado por Chris Pratt, foi lançado no Amazon Prime Video em 2 de julho e dominou totalmente o fim de semana. De acordo com um post no Instagram de sua estrela, o longa quebrou todos os recordes de streaming do Prime Video em suas primeiras 48 horas, então não deve ser surpresa que o serviço de streaming já esteja trabalhando em uma sequência. Isso mesmo, A Guerra do Amanhã 2 está a caminho.


De acordo com um novo relatório da Deadline, Amazon Studios e Skydance já estão trabalhando em um acordo para A Guerra do Amanhã 2, e há discussões para trazer de volta todo o elenco e equipe de criação. Isso significa que Pratt provavelmente retornará, junto com o diretor Chris McKay, o roteirista Zach Dean e as co-estrelas Yvonne Strahovski, Betty Gilpin, Sam Richardson, Edwin Hodge e J.K. Simmons.


A Guerra do Amanhã tem sido um grande sucesso para a Amazon até agora, estreando como o título principal em todas as plataformas de streaming no fim de semana de 4 de julho, de acordo com o PostVOD da Screen Engine. Isso se alinha com os números dados a Pratt, como ele disse em seu post comemorativo no Instagram que A Guerra do Amanhã era o filme em streaming número um do mundo.



O desafio com uma sequência será decifrar sua história, já que o final do primeiro filme realmente não deixa muitos fios de enredo para um possível seguimento. O filme gira em torno de uma guerra no futuro contra uma força alienígena quase imbatível, onde o único caminho possível para a vitória gira em torno do recrutamento de soldados do passado. Dean e McKay precisarão ser criativos para encontrar uma maneira de contornar o final que já está estabelecido para que uma segunda história possa ser contada.


Independentemente de para onde vá a sequência, o importante para os fãs é que outro filme esteja acontecendo. Não há como dizer quanto tempo levará o processo de desenvolvimento, ou quando a produção poderá começar, mas parece ser uma prioridade real para a Amazon Studios.

0 comentário