Buscar
  • daianeohare

Mauricio de Sousa Produções homenageia Enedina Alves Marques no Dia Internacional das Mulheres na En

Criada pela Women’s Engineering Society (WES) do Reino Unido, o Dia Internacional das Mulheres na Engenharia é comemorado anualmente em 23 de junho. A data tem como objetivo fortalecer o espaço que as engenheiras vêm ganhando na profissão, antes majoritariamente ocupada por homens. Para celebrar essa conquista de mais oportunidades no mercado de trabalho, a Mauricio de Sousa Produções homenageia Enedina Alves Marques (1913-1981), primeira mulher negra a se formar em Engenharia no Brasil. Representada pela personagem Milena, a arte faz parte do projeto Donas da Rua da História, que traz visibilidade a grandes nomes de meninas e mulheres que fizeram a diferença.

A adolescência de Enedina foi marcada pelo trabalho doméstico em casas de famílias. Em 1931, aos 18 anos, se diplomou professora normalista, profissão comum entre a maioria das mulheres até o final da Segunda Guerra Mundial. Apesar disso, a professora não desistiu de seus sonhos. Na contramão das tradições da época, em 1939, apresentou um requerimento escrito de próprio punho solicitando a inscrição para os exames do curso complementar de pré-engenharia da Faculdade de Engenharia do Paraná (FEP).


Enedina desafiou os padrões acadêmicos e sociais ao escolher uma profissão pouco usual na década de 1940. Ela foi aluna de engenharia Civil da Faculdade de Engenharia do Paraná (FEP) e recebeu o diploma em 1945, aos 32 anos. Com sua coragem e persistência, apesar dos preconceitos e reprovações que sofreu na época, nunca desistiu da carreira.


Para Mônica Sousa, diretora-executiva da Mauricio de Sousa Produções, a Enedina deixou seu legado e um exemplo a ser seguido.


"Um dos pilares do Donas da Rua é incentivar o interesse das meninas pelas áreas de STEM (sigla em inglês para Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática) para que tenhamos mais mulheres nessas áreas no futuro. A história de Enedina precisa ser conhecida para inspirar as novas gerações", reforça a executiva.

Criado em 2016, o Donas da Rua tem como um de seus objetivos trazer visibilidade às mulheres notáveis para que se tornem exemplo, incentivem e conscientizem outras meninas e mulheres de que todas são capazes de marcar a história da humanidade. Essa proposta da MSP demonstra seu compromisso como signatária dos Princípios de Empoderamento das Mulheres, plataforma da ONU Mulheres e Pacto Global.


Enedina Alves e todas as outras homenageadas podem ser conferidas no site:

0 comentário